Quadros da revolução, Orwell-Odyr Odyr

Odyr é o responsável pelas artes do título lançado pela Companhia das Letras

A mostra traz uma seleção de páginas originais de um dos trabalhos de ilustração mais importantes publicados no Brasil em 2018: a adaptação para os quadrinhos do clássico A Revolução dos Bichos, de George Orwell, lançada pela editora Companhia das Letras.

O responsável pela empreitada foi o artista gaúcho Odyr, que utilizou a técnica da pintura em tinta acrílica para dar vida aos personagens da obra-prima escrita em plena Segunda Guerra Mundial, lançada em 1945. Desse modo, ele deu forma à narrativa de George Orwell – e aos seus personagens antológicos, como os porcos Napoleão e Bola-de-Neve. O texto causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Mas não só. Mais de sessenta anos depois, A Revolução dos Bichos se tornou uma alegoria universal sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão de grandes ideias e projetos de revolução política.

Odyr nasceu em Pelotas (RS) em 1967. É autor de dois livros como desenhista – Copacabana, com roteiro de Lobo, e Guadalupe, com roteiro de Angélica Freitas. Publicou quadrinhos e ilustrações nos jornais Folha de S.Paulo, O Globo, Le Monde Diplomatique Brasil, Público (Portugal) e nas revistas Vida Simples e Trip, entre outras.


Endereço:
galeria hipotética
Visconde do Rio Branco, 431
bairro Floresta | Porto Alegre, RS
(51) 3013.2015

Data: 04/05 — 19/06/2019

Mais Exposições